Inverno... fora e dentro


Na natureza, tudo se recolhe...
O ritmo diminui...
As sementes aguardam pacientemente.
Alguns animais preferem se recolher em suas cavernas.
O escuro sobrepõe a luz.
O frio externo faz com nos recolhamos no calor do interno de nossas casas.
Acendemos o fogo...

Inverno, momento de recolhimento.
Quando ainda não havia tanta tecnologia, os humanos acompanhavam esse ritmo.
Quando o inverno chegava, as tarefas externas diminuiam, os alimentos já haviam sido estocados
Os animais estavam guardados e protegidos.
As tarefas eram então internas, pequenas reformas na casa
As mulheres se dedicavam mais ao fiar, tecer, cozinhar, cuidar do fogo da casa... sempre.
Essa é a energia do Inverno, recolhimento.
Esse recolhimento se faz também no campo emocional...
Quando somos "obrigados" a voltar "para dentro", quando fora se torna frio demais...
Temos que acender nosso fogo interno, cuidar de outros detalhes, "outros consertos".
Ficar "dentro de casa" e com isso observar o que precisa de reforma.
Lidar com o medo, com a fragilidade, fiar novos fios...
Tecer novas formas... cuidar do fogo... sempre.
O inverno é uma boa hora para se lidar com essas questões.
Naturalmente ficamos mais quietos...
Porém, nos dias atuais... a grande maioria das pessoas teme o inverno...
Porque teme ter que ficar "em casa".
Teme ter que olhar para o que precisa de conserto...
Então continuam vivendo como se fosse o mais explendoroso verão.
Um verão eterno...
O que isso causaria na natureza???
Sol, Sol e mais Sol???
Logo estaríamos vivendo em um deserto...
Assim no céu como na terra...
Assim na natureza externa, como na natureza interna...
A Natureza externa, segue confiante, suas quatro estações...
Morre, cresce, floresce, frutifica...gera novas sementes, que aguardam pacientemente a passagem do inverno, para então reaparecerem na primavera...
É isso que a faz eterna...
O ser humano quer viver apenas uma estação e ainda assim, ser eterno...
Quanta ignorância, quanta prepotência, quanto orgulho...
Inverno, tempo de morrer...
Morrer velhos pensamentos, velhos sentimentos, velhos valores...
Inverno, tempo de se recolher, de cuidar da "casa", de se aquecer pelo fogo interno, já que o grande fogo externo - o Sol - está voltado para "outras pastagens".
Inverno, grande oportunidade de reciclagem...
Grande preparação para o novo...
Inverno, tempo de aceitar o escuro, com a certeza que se tem fogo suficiente, até a primavera...


"... e assim vou, tocando meu tambor pelo caminho..."

Claudia Godoy (julho 2009)
"Investigar as raízes, fortalece a árvore"

Seguidores

Quem Sou

CLAUDIA GODOY


Fitoterapia, Florais, Aura-Soma, Calatonia
Integração Craniossacral


Contato:

(11) 9947 8800
cmgodoy@uol.com.br
eXTReMe Tracker