Minha Alma


E hoje, ela está em seu lugar de direito...
Mas nem sempre foi assim...
Começou como uma menina triste, sem entender direito o que estaria fazendo nesse mundo...
Sem entender qual era seu papel, quais eram suas ligações...
Sensação de estranheza... abandono.
Cresceu só em uma "árvore"... lá no alto, que nem era tão alto assim, apenas se comparada ao seu tamaninho...
Tamanho que ela insistia em diminuir aos seus olhos...
O que a consolava eram seus "sonhos", que sonhava acordada...
Mas, trazia uma insatisfação na alma...
Uma ânsia, uma busca, um querer sempre mais...
Andou por tantos caminhos...
Caminhou com caminhantes tão diversos...
E em alguns desses caminhos, encontrou algumas partes suas...

Em outros, foi apenas um engano...
De tanto caminhar e caminhar...
De tanto buscar e buscar...
Um dia ela se cansou...
Pensou então, que talvez não conseguisse
E foi nesse momento que algo aconteceu...
Quando parou de procurar, ela pode ser encontrada.
Pois, tudo aquilo que você procura, também está procurando por você.
Perséfone se tornou plena, assumiu seu lugar...


"... e assim vou, tocando meu tambor pelo caminho..."

Claudia Godoy (abril 2009)

0 comentários:

Seguidores

Quem Sou

CLAUDIA GODOY


Fitoterapia, Florais, Aura-Soma, Calatonia
Integração Craniossacral


Contato:

(11) 9947 8800
cmgodoy@uol.com.br
eXTReMe Tracker