Uma estranha no Ninho



"Este texto, sempre estará no topo, contrariando a maioria dos blogs portanto, os textos novos aparecerão sempre abaixo ... boa leitura."


Às vezes sou vista como arrogante, em um pedestal, até.

Outras sou admirada, exaltada até.

Também sou ignorada às vezes, muitas vezes diria...

Louca, determinada, inconstante, suave, impetuosa, intensa, fria.
Vitimizada, amorosa, consciente, inconsciente, sonhadora, imatura.
Ingênua, confiante, forte, corajosa, insegura, carente, nutridora.
Curadora, doente, buscadora no caminho, o próprio caminho...
Sou donzela, mãe e anciã...
Será que isso sou eu?
Ou são as pessoas - as quais me classificam?
Será que sou apenas isto ou aquilo?
Ou sou tudo isso e mais aquilo, que vc nem sequer imaginou?
Que EU nem sequer imaginei?!
Porque o EU é limitado, muito limitado diria...
Quem sabe de mim, é o MIM!
E esse “ SER ” tão esquecido em função do EU, é o que realmente SOU...
tudo isso e mais aquilo.
E também o NADA...

Estranha para muitos...
Conhecida da eternidade para outros...
Esse não é meu mundo, estou nele...
Aprendendo.

Claudia Godoy


"... e assim vou, tocando meu tambor pelo caminho..."

5 comentários:

Azolin 30 de outubro de 2009 15:40  

Oi Claúdia, cada vez me surpreendo mais com o teu blog. Que beleza de trabalho e arte! Gratidão pelas tuas palavras e exemplo de caminhada. Teu coração é radiante e ilumina a todos. Saiba que tens muitos irmãos de coração espalhados pelo planeta. Que as tuas vivências e trabalhos tragam muita alegria, coragem, cura, harmonia, luz, paz e amor!
Siga feliz tocando o teu tambor, despertando os corações dos irmãos e irmãs! Ahowwww!

Claudia Godoy 30 de outubro de 2009 17:50  

Azolin...grtíssima por sua presença!

Azolin 3 de novembro de 2009 23:25  

Cláudia, que beleza! Fiquei feliz e honrado com tua presença no meu blog. Que teus projetos e propósitos se concretizem em harmonia e que os sons do teu tambor desperte o coração dos irmãos, nessa caminhada ao Grande Espírito. Cada dia e cada noite é um passo a mais.
Salve a arte ancestral!
Como foi o teu contato com os labirintos unidirecionais?
Saudações e até breve!
Fabricio

Eu 10 de dezembro de 2009 22:52  

Me apaixonei por este blog.
Quero te acompanhar.
Parabéns, que a Grande Mãe te proteja e ilumine seus caminhos.
Abraços,

Fátima

Claudia Godoy 10 de dezembro de 2009 23:26  

Seja sempre bem vinda Fátima...

Seguidores

Quem Sou

CLAUDIA GODOY


Fitoterapia, Florais, Aura-Soma, Calatonia
Integração Craniossacral


Contato:

(11) 9947 8800
cmgodoy@uol.com.br
eXTReMe Tracker