Natureza Desértica


Deserto...
Essa sempre foi a imagem que me acompanhou, desde que me lembro nessa vida...
Deserto...
Esse era o lugar do qual eu queria sair de qualquer forma...
não achava certo me sentir nesse lugar...
mas, por mais que eu fizesse...
quando "saia" para minhas buscas de mim mesma...
era pra esse lugar que eu voltava...

Uma imensidão...
Muitos abismos...
vento seco...
um pio longe...
e eu...
essa imagem sempre me acompanhou...
e quando "eu" deixava de lado os conceitos da mente,
me sentia repleta nesse lugar,
como se minha alma fosse de todo aquele tamanho...
mas esses foram momentos raros, na maioria minha mente questionava
me sentia só...
quanto engano... quanto engano... cometi comigo e com essa imagem...
quanta força perdida na tentativa de "escapar"...
hoje entendo essa imagem, ela fala de mim
da minha natureza desértica...
nos desertos o que está aparente parece ínfimo
porém o que está abaixo, escondido, sobre a terra,
é de uma riqueza imensa...
nos desertos, o que está abaixo é muito maior do que está acima da superfície
as temperaturas podem ser tão altas que,
anciamos pela noite e pelas sombras...

Natureza Desértica...
Deserto...
Lugar que poucos se aventuram.
É preciso respeito por onde pisa e confiança em si para adentrar caso contrário, o deserto te "suga".
É preciso saber procurar nas profundezas da terra pois, o que está aparente parece ínfimo...
Sua grande riqueza está no "interior" - da terra ,com raízes que chegam a quilômetros e do deserto com oásis que contemplam seus destemidos "entrantes".
Deserto... lugar onde as sombras são desejadas, assim como a "noite" é bem vinda.
Minha natureza é desértica e meus oásis já foram "desenterrados"...
Minhas raízes são conhecidas, as sombras não me assustam mais e a noite quando chega...
bem, eu já a conheço e sou capaz de admirar sua beleza.
Acendo meu "fogo" para afastar aquilo que não me agrada...
mantenho meu olhar para o alto, aprendo sobre as estrelas e a lua,
me recolho em mim mesma e sonho...
e assim estou pronta para o novo dia ...

"... e assim vou, tocando meu tambor pelo caminho..."

Claudia Godoy (fevereiro-2009)

1 comentários:

Núbia Salvador 18 de julho de 2009 21:43  

Natureza Désertica
tambem tentei fugir da minha por um longo tempo
ótimo texto

Seguidores

Quem Sou

CLAUDIA GODOY


Fitoterapia, Florais, Aura-Soma, Calatonia
Integração Craniossacral


Contato:

(11) 9947 8800
cmgodoy@uol.com.br
eXTReMe Tracker